2005/03/31

Jogar para o empate!

Se há coisa que me irrita são as equipas que jogam para o empate! Normalmente acontece uma de duas coisas: ou empatam mesmo ou perdem. A nós calhou-nos o empate... Mas esteve perto de ser bem pior.
Antes do apito inicial (o masculino) já todos sabíamos ao que íamos... As declarações dos nossos jogadores e do seleccionador deixavam antever, sem margem para dúvidas, que íamos jogar para o empate. Ora pois que comecei logo a ver o jogo irritada. E nem de propósito levámos logo um golo para abrir os olhos (mais uma infelicidade do Paulo Ferreira).
Apesar de uma certa superioridade verde rubra nunca fomos claramente superiores e golo acaba por chegar com alguma felicidade! E depois vamos jogar à tourada (vulgar troca de bola a meio campo).
E como quem joga para o empate arrisca-se a perder (como já referi) estivémos bem perto de sofrer um golo ao cair do pano! Valeu-nos o Ricardo... Fez uma boa exibição, no entanto aquela defesa na primeira parte de que todos falam mais não foi, se virem o lance com atenção, do que por culpa própria. Estava demasiado adiantado relativamente à baliza e ao que o lance exigia e acabou por ter que fzer uma defesa aparatosa. Foi (incrivelmente) dos melhores em campo.
De resto tivemos mais do mesmo: demasiados jogadores em claro sub rendimento a jogar em lugares cativos: Maniche, Costinha, Simão, Pauleta...
Exigia-se mais a esta selecção do que arrancar um empate a uma equipa como a Eslováquia. Podem ser os mais fortes comparados com os outros... Mas temos que nos assumir claramente como melhores. Se nos comparamos com equipas como eles como é que quermos competir com Itálias, Inglaterras e Espanhas?
Ficámos a contar com o ovo cú da galinha... Ou seja com uma Vitória em Junho próximo sobre os Eslovacos! E se as coisas correm mal, como acontece tipicamente com os tugas? Vamos andar a arfar para ganhar! Podíamos ter resolvido as coisas lá... É nestas coisas que somos pequeninos!

O jogo dos empates

Para além de ter acabado em empate, aparentemente empataram-se uma à outra.
Mas penso que a nossa selecção poderia ter arriscado mais. Não quis? O empate servia (porque ainda virão cá jogar contra nós)? A Rússia também tinha empatado e isso beneficiava os dois?
Talvez tenha sido uma estratégia prudente. Mas penso que valemos mais que um empate...

2005/03/28

O Luís, O Fernando e O Rui…

Para ser mais explícita: O Figo, O Couto e O Rui Costa.
Três grandes Homens (e isto sem qualquer onda de saudosismo).
Ia só falar do Figo, mas enquanto congeminava este post na minha cabecita verifiquei que era impossível não vir a falar dos outros dois. Mas, pela lógica, vou começar pelo Figo.
O Figo é alguém sobre quem tive sempre sentimentos contraditórios… Tão depressa o punha num pedestal como acontecia alguma coisa que me deixava de pé atrás!
O Figo foi e é, ainda, um grande jogador. O Figo deu muito à nossa selecção e elevou o nome de Portugal. O Figo fez jogos muito maus pela selecção e por vezes (na minha opinião de forma propositada, para não se cansar) não suou a camisola. O Figo ganhou o prémio de melhor jogador do mundo… O Figo agradeceu o prémio em espanhol. O Figo deu, o ano passado uma fantástica entrevista à RTP 1. O Figo nessa entrevista, disse (por outras palavras) que Portugal era um país “treceiro-mundísta” onde não fazia grande questão de voltar a viver. O Figo fez um bom Europeu este ano e correu que se fartou. O Figo foi substituído no jogo do Europeu Portugal - Inglaterra (em que Portugal corria por uma vitória que ainda não estava alcançada), e o Figo saiu a passo dentro do campo, fez birra e foi para o balneário. O Scolari veio dizer que ela estava a rezar… Eu não acreditei que ele tivesse tanta fé!
O Figo veio recentemente dar mais uma machada nos meus sentimentos por ele… Não gostei da decisão que ele tomou no que concerne à Selecção Nacional.
Resumindo e baralhando o que o Figo veio dizer foi: “Eu já não tenho pachorra para jogar fases de apuramento com equipas de 2ª, mas se quiserem eu venho dar uns toques na bola e mostrar a minha classe no Mundial tá bem?” (O facto de estar entre aspas não quer dizer que ele o tenha dito – foi só para diferenciar do resto do texto. Não foram estas as palavras que ele proferiu, foi sim o que eu concluí das mesmas).
Devemos muito ao Figo, mas a Selecção vai continuar a existir depois dele e não me venham dizer que é justo “encostar” um jogador que lutou, durante a fase de apuramento, para pôr Portugal na fase final, para dar lugar a um jogador que se acha “demasiado bom” para fazer esses jogos. Vou achar de um tremenda injustiça ver o Figo brilhar num palco conseguido por outros nos dois anos anteriores (se lá chegarmos).
Fica a minha opinião… E o meu agradecimento ao Figo por tudo o que de bom conseguiu para nós. Não havia necessidade deste episódio!!
E porquê a referência ao Fernando e ao Rui?
O Fernando Couto foi dos três o que não tomou nenhum decisão… Deixou-se estar à espera que decidissem por ele e foi simpaticamente “encostado” sem mais nem porquê e sem qualquer explicação pública. Aliás eu só me apercebi que ele não voltava quando o senhor (ler “senhor” com um sentido depreciativo) Gilberto Madaíl veio dizer que as 3 camisolas destes jogadores não voltariam a ser usadas (mais uma coisa com que eu discordo, mas não me vou pronunciar nem dizer os motivos aqui).
Obrigada Fernando por tudo o que deste à Selecção… Serás sempre o grande capitão!
O Rui Costa só pode ser um grande Homem. Não conheço nenhum dos três, mas é daquelas coisas. Os olhos dele inspiram-me confiança.
O Rui Costa tem a humildade que caracteriza poucos jogadores, o Rui Costa sabe o que é ter “amor à camisola”, o Rui Costa não joga futebol por dinheiro (ou pelo menos não exclusivamente por ele).
Por estes motivos o Rui passou ao lado de uma grande carreira… Se é que a dele não foi uma grande carreira. Saiu do Benfica rumo ao futebol Europeu. Foi para a Fiorentina e ajudou este clube a não ser “tão pequeno” para ele. Não saltou do barco quanto as coisas ficaram feias como os outros fizeram. Porque o Rui tem amor à camisola.
O Rui podia ter sido também o “melhor do mundo”… Não tenho grandes dúvidas sobre isto. Mas o Rui sofre de duas “doenças raras”: a integridade e a honra.
Por causa dessas “doenças” o Rui Costa foi o único que teve a coragem de deixar, por vontade (pouco) própria a Selecção Nacional. Disse adeus… Um Adeus cheio de mágoa e rancor. E ele sabe que tinha bons motivos para isso…
A comunicação social e o público em geral cometeram grandes injustiças com o Rui Costa. Cometia a proeza de ser amado à 2ª feira e odiado à 3ª. E eu sou das poucas que acho que o Deco não foi a única nem a mais importante “desculpa” para o adeus de Rui Costa.
O Rui Costa só não fez mais porque não conseguiu… Mas o Rui Costa (repito) sabe o que é amor à camisola.
As lágrimas que lhe caíram naquela malfadada final com a Grécia não deviam ter sido jorradas. Ele merecia aquele troféu e Portugal não fez por merecer as suas lágrimas.
Adeus Rui… Até Sempre!

2005/03/23

E se a moda pega?

Faz-me confusão esta onda de raptos de mães de jogadores de futebol.
O que têm em comum: 1) são mães, 2) de jogadores de futebol), 3) brasileiros, 4) que ganham mais do que a média dos brasileiros, 5) e que jogam no estrangeiro.
Ou seja: todas as condições para que sejam seres mais vulneráveis, sem a protecção dos filhos, com mais posses, e portanto alvos mais fáceis de adquirir e de apelar ao sentimento para que se ceda mais rapidamente às exigências.
É profundamente irritante e profundamente assustador. E parece não haver quem consiga controlar.
Destroçam-se famílias emocional e psicologicamente.
Este parece ser um novo lado mau do futebol...

2005/03/22

Parabéns...

... ao Sporting. Em especial, aos seus melhores jogadores: aqueles (4) tipos que vestiam um equipamento diferente... quem estivesse distraído até achava que era a equipa de arbitragem, vá-se lá entender...

2005/03/21

A Liderança!

Mais uma jornada e o Benfica não se fez rogado! Aproveitou e continua isolado sozinho à frente da SuperLiga, não sei se por muito mais tempo mas eu espero que seja até ao fim! :)
Apesar de ainda faltar o grande derby de logo à noite e independentemente do resultado, o Benfica continuará a liderar a SuperLiga!
O Setúbal-Benfica foi um jogo morno... com um primeiro golo que foi um verdadeiro falhanço do redes do Setúbal, mas que brindou o esforço de um jogador que muito luta e que já é conhecido como "carraça", o Manuel Fernandes. Um miúdo que aos poucos ganhou o lugar de titular indiscutível na equipa do Mr. Trap.
Mais uma vitória que vai alimentando as esperanças de todos os benfiquistas de ver o seu clube conquistar o título de campeão nacional ao fim de 11 anos.
Viva o Benfica!!! E que a próxima jornada seja tão proveitosa como esta!:)

Confronto de "pequenos" gigantes

Joga-se hoje um derby que pode ser decisivo... Pelo menos para os lados de Alvalade.
Um derby é sempre um derby, a este acresce o facto de pelo menos uma das equipas poder ficar arredada do título. Em caso de empate ou derrota o Sporting dificilmente (embora não seja impossível) pode aspirar ao 1º lugar da super liga. O Porto em caso de derrota ficará também em maus lençóis... Embora ligeiramente mais limpinhos.
O Porto tem, praticamente, todos os jogadores à disposição. Já o Sporting não pode contar com Roca, Polga e Custódio... E já agora, Hugo.
O Porto está a desenvolver o pior "futebol" de que tenho memória... Já o Sporting, quando "engata" desenvolve do melhor que se pode ver nesta super liga.
Numa equipa pouco digna desse nome, eu sugeria aos azuis e brancos um ataque cerrado à baliza adversária. Penso que é evidente o "mau momento de forma" do Ricardo (quando é que ele esteve realmente bem, mesmo?). Bolas bombeadas para a área e remates de meia distância é o que se quer, pois já se viu que o Ricardo falha quase todos os cruzamentos e não segura remates à primeira... E às vezes nem à segunda ou terceira! Mas no Porto não há extremos para essas funções, quase que me esquecia!
Vai ganhar aquele que tiver a estrelinha de campeão... E claro está que eu espero que a estrelinha esteja do lado dos da Europa e do Mundo.
o Sporting tem, para além dos seus adeptos, mas "os supostos" 6 milhões a torcer por ele!
Resta-nos aguardar pelo apito final...

2005/03/18

A caminho da meia-final!!


Após um jogo morno, onde só as grandes oportunidades de golos foram provocadas pelos jogadores do SPORTING (quer numa baliza quer noutra!!), lá passámos às meias-finais!! O Pedro Barbosa esteve em noite sim! Defendeu, atacou e até apontou meio golo, pois a outra metade foi Douala num dos seus arranques maravilhosos!! Como a foto decumenta, foi festejar, vivamente, com Douala, um senhor!!
O sorteio das meias finais foi hoje e a sorte ditou que vamos jogar a seguir com o Newcastle...podia ser qualquer equipa...mas o
Newcastle??! Bem, "a ver vamos, como dizia o ceguinho"!! Se tenho receio?!? Claro que tenho, mas confio nos meus jogadores e acredito neles!!!
Agora entrámos em estágio até segunda-feira! Vão entrar em campo duas equipas com espírito diferente: uma com o sabor de dever cumprido, outra com o orgulho ferido...promete!!
Espero que seja um bom jogo de futebol e que todos se portem bem!! O SCP tem contas a ajustar da 1ª volta, espero que entrem de cabeça erguida e joguem sem medo!!
Amanhã, que os "outros" fiquem com as espinhas das "sarrrdinhas" entaladas na garganta!!

Saudações leoninas

2005/03/16

Sporting


Aqui está uma foto do meu estádio!!
Ainda não tinha falado de mim!! Este é o meu 1º post:
sou do Sporting de alma e coração!! Sofro, choro, riu, vibro com o meu clube, com os seus jogadores...sempre fui muito facciosa, agora sou menos, talvez da idade, talvez da gravidez!!
Sempre defendi o meu clube e tive muitas discussões "do caixão à cova" com amigos lampiões...de deixar de falar durante uns dias e tudo...é que sempre me trataram por igual...muitas vezes, acredito, que eles não me viam como rapariga!!
Adoro ver os jogos "em casa"!! Aquela emoção, a vibração própria de estádio é única!! Gosto da claque da Juve Leo, apesar de saber que muitas vezes são violentos "não lhes faço caso, sou da Juve Leo, sou descontrolado"!! Gosto dos cânticos, sei-os na ponta da língua e estou sempre pronta a cantar...quantas vezes fui afónica para casa!?!?
Sempre refilei muito: com o arbrito ("boi preto"), com os jogadores, com o treinador...mas também apoio sempre a minha equipa, mesmo que esteja a perder não os deixo...situação que me magoou muito no Domingo...quando vi pessoal a abandonar o estádio...
...no Domingo os "meus meninos" portaram-se mal...fiquei muito irritada (q.b., pois isto de estar grávida não posso me exaltar muito...), pois jogaram de maneira tão diferente ao que têm vindo a jogar...e a derrota foi justa...(os sapos que eu engoli para escrever isto...).
Amanhã espero que voltem a jogar melhor futebol, como tão bem eles sabem jogar e nós sabemos que eles jogam!!!

Saudações Leoninas

O Benfica e o Mantorras!

Tenho andado distraída do mundo futebolístico... Tão distraída e talvez tão desiludida (com todos e não só com o meu Benfica!), que quando dei por mim, já estamos à frente da 1ª Liga!! Claro, preferia fazer a festa daqui a dois meses, mas como ainda há muito ponto a conquistar, prefiro festejar já e ficar com um gostinho de vitória!! Parabéns ao Benfica!! Mas, amigos, joguem com garra, com amor à camisola, com respeito por quem gosta de vocês, por quem vai ao estádio, por quem assiste aos jogos e isto é válido para todos...

Chutado por Catedral

Pois é, o nosso Benfica conseguiu na última jornada, e aproveitando o resultado do jogo (desastroso) do Porto, chegar à liderança isolada da SuperLiga!!! Não gosto de festejar antes do tempo e tenho a perfeita noção de que ainda faltam muitos jogos (que são para ganhar), mas estamos numa situação privilegiada e isso não podemos negar! Dependemos só de nós… mas nada está ganho! É preciso lutar, jogar com garra e querer muito ganhar!!!Não posso deixar passar a oportunidade de dar os parabéns ao jogador que contra o Gil Vicente melhor mostrou o que é querer ganhar: o Pedro Mantorras! “O bom desempenho do ponta-de-lança angolano foi coroado pela “Gazzetta dello Sport”, periódico desportivo italiano, que o colocou no onze ideal da semana. O feito do internacional angolano ganha outro relevo, se recordarmos o calvário que passou nos últimos dois anos e meio. Neste período, Mantorras foi submetido a quatro intervenções cirúrgicas ao joelho. Contudo, nunca desistiu e recuperou, mesmo tendo chegado a colocar a hipótese de abandonar a carreira.” (in Record). Pedro Mantorras é um exemplo a seguir: de força, de vontade e de luta. Espero que ele contagie todos os seus colegas, técnicos, massa associativa e adeptos! E já agora: esperemos que o adepto que fica mesmo atrás do banco do Benfica dê um bocadinho de sossego ao Mr. Trap!!! Viva o Benfica!

2005/03/15

Pensamento positivo

E porque sou optimista, acredito que o Porto vai passar a eliminatória!
Tenho uma lógica muito própria e inabalável: depois de se bater no fundo o único caminho é para cima, correcto? Logo, depois da desgraça da passada 6ª feira, o Porto só pode ganhar.
Cá para mim, se entrarem o Benni e o Cláudio de início, está no papo!
PUUUOOOOOORRRRTTTTTOOOOOOOOOOOOOO!

Update 16/03
Ok, não me batam mais, o Cláudio foi uma má aposta e ainda estou a digerir mais esta...
Pedro Emanuel, és um herói!

Vítor, não desanimes, continuas a ser o melhor GR, mesmo com 7 golos sofridos em 2 jogos!
Ainda podemos ganhar a Superliga... PUUUOOOORRRTTTTOOOOO!

2005/03/14

Mais um rude golpe

E lá perdeu o Sporting mais uma vez! Em casa, com o Penafiel!!!
O Marcelo Rebelo de Sousa disse que é um síndroma de falta de confiança, muito habitual nas equipas portuguesas, quando jogam em casa...
Talvez o Professor tenha alguma razão, mas a mim pareceu-me mais uma consequência de uma tentativa de gerir o plantel.
Compreendo que muitos jogos seguidos obriguem o Peseiro a isso... mas jogar com o Tello? Com o Hugo?? Com o Paíto??
Enfim... já não digo "venham os próximos"... o que eu pedia mesmo era "venha já a próxima época"!

2005/03/12

Uma situação Lamentável...

Não vou falar do resultado do Porto... Podem ler sobre isso mais abaixo, noutro post!
Não vou falar de futebol, ou pelo menos, não directamente!
Vou falar sobre algo que aconteceu e que me deixou triste e chateada!
Hoje fiz uma das minhas (sim porque são várias) incursões diárias ao blog "Livre Indirecto".
Fui, li, deixei o comentário da praxe, vieram logo duas aves raras desatinar (o normal, neste tipo de blogs), a diferença é que um deles optou por me chamar nomes pouco simpáticos... Mas eu vivo bem com isso!
No blog "Livre Indirecto", tal como neste blog, os autores não admitem faltas de educação e, como tal, achei que provavelmente aquele comentário seria apagado, mais cedo ou mais tarde.
Quando voltei, algum tempo depois, havia um novo comentário, de um dos autores (e mentor) do blog "Livre Indirecto" a chamar a atenção à pessoa para o comentário "anormal" e o mesmo já tinha sido apagado. Para não alimentar a polémica fui ao mail e envei uma mensagem ao Da Rocha a agradecer.
Volto alegremente ao blog e aparece a seguinte mensagem: "Blog not found".
"Ok o blogger passou-se outra vez, tem andado todo marado estes dias, blá, blá, blá".
Mas não, agora no mesmo link, pode ver-se a seguinte msg "O Blog foi ao ar e fez pum" e acabo de saber, pelo Da Rocha, por um comentário que deixou abaixo, que o "pum" foi dado por alguém alheio. E ele está triste e chateado e com toda a razão!
Acho tudo isto lamentável.
O Livre Indirecto era, na minha opinião e de longe, o melhor blog desportivo. Tinha boas análises (muitas vezes melhores e mais isentas que certos records e bolas cá do sítio), passado pouco tempo dos jogos já lá estavam as "livres opiniões", um blog que dentro do que é o contexto dos blogs desportivos "mantinha o respeito", podia abrir-se calmamente a caixa de comentários sem se começar logo a ler "alhos, bogalhos, p**** e cabrões".
Um blog onde sempre fui bem tratada, pelo menos no que toca aos autores... Já agora aproveito para agradecer as vezes que vieram em minha defesa.
Um blog que se calhar andava a fazer inveja...
Não sei o que leva alguém a tamanho acto de cobardia e não consigo imaginar o que sente o Da Rocha por ver um projecto tão bem conseguido... Evaporar-se e fazer PUM!
Espero que ele tenha forças para iniciar uma nova caminhada... Porque o "Livre Indirecto" fárá muita falta!
Não auscultei ninguém, mas acho que posso em meu nome pessoal e em nome das minhas colegas "Treinadoras de Bancada" solidarizar-me com todos os autores deste blog!
E se sentirem muita falta de escrever ou se se quiserem pronunciar de uma forma mais circunstanciada sobre o que aconteceu, enviem-nos um mail que nós publicamos!
Bem Hajam (Ressalvo os direitos de autor do Da Rocha)

O que é Nacional, é bom!

Mais palavras para quê???

;o)

Beijinhos e abraços

2005/03/11

A Vida dá muitas voltas!!!

Pois é, a vida dá mesmo muitas voltas!!!João Vieira Pinto jogador profissional de futebol, que todos conhecemos, é sempre motivo de conversa quer seja por razões profissionais quer por pessoais e faz as delícias das revistas ditas cor-de-rosa!Iniciou a sua carreira no Boavista, teve uma breve passagem pelo Atlético Madrileño acabando por regressar ao seu primeiro clube. Uma época depois ingressava no Benfica, clube onde ganharia o estatuto (merecido) de Menino de Ouro e onde fez exibições inesquecíveis como no jogo Sporting-Benfica (3-6) na época de 93/94, época em que o Benfica conquistou o seu último título de Campeão Nacional (muito devido à sua prestação). No ano de 2000, dava-se a polémica transferência para o Sporting, para o rival do outro lado da 2ª circular, onde em 4 épocas ganhou: um Campeonato Nacional, uma Taça de Portugal e duas Supertaças. No final da época 2003/2004, o Sporting tenta renovar o contrato de JVP por metade do que auferia (55.000€) e este decidiu aceitar a proposta do Boavista, clube que o deu a conhecer, mesmo que isso representasse receber um valor abaixo dos 50.000€ por mês! Pois é, actualmente JVP joga no Boavista, mas tem um dilema: decidir se aceita ou não uma proposta milionária do clube de futebol Al-Hilal, da Arábia Saudita, que caso aceitasse lhe permitiria receber cerca de 150.000€ por mês - 600.000€ entre Março e finais de Junho. Uma proposta tentadora ainda mais porque João Pinto tem intenções de se retirar dos relvados no verão do próximo ano, antes de completar os 35 anos.A decisão torna-se ainda mais difícil porque a vida pessoal de JVP tem dado mesmo muitas voltas! Depois de um casamento "precoce", do nascimento de dois filhos, João Pinto separou-se da sua até então mulher, Carla Pinto, iniciou um relacionamento com a nossa conhecida Marisa Cruz e ao que parece vai ser pai pela 3ª vez! Mas João Pinto e Marisa Cruz não têm tido uma tarefa fácil, os filhos de João e de Carla não se conformam com a vinda de um irmão e muito menos com o relacionamento que o pai mantem com Marisa. E se a relação entre pai e filhos já não está bem, a distância de milhares de quilómetros mesmo que seja por quatro meses não vai ajudar.E depois há sempre Marisa! A manequim e apresentadora está grávida e dificilmente se adaptaria aos duros costumes locais.Uma decisão difícil... Veremos quais os valores que falam mais alto!

2005/03/10

O Sporting e o "ter o pássaro na mão e deixá-lo fugir"...

Pois é verdade, cá me confesso como eterna sportinguista com tudo o que isso acarreta, sobretudo uma grande capacidade de sofrimento e um espírito muito, mas muito, paciente. Então lá consegui ver o Middlesbrough - Sporting, ou pelo menos a segunda parte, pois isto de ter filhos pequenos é coisa em que os nossos planos e desejos são factores sempre sujeitos a alterações (e ainda bem que assim o é). Mal começou a segunda parte, lá veio o inaugurar do marcador com aquele belíssimo golo do Pedro Barbosa. Lindo! Fiquei contente e continuei a ver o lindo futebol da minha equipa e os ingleses, até aí, completamente cilindrados. Logo a seguir: mais um belíssimo golo fruto de uma linda jogada; Liedson finaliza, à matador. Aí gritei um "GOOOOOOOOOOOLO" convicto e poderosamente feliz! Tão convicto, que ouvi um irónico: "Obrigado!" do quarto ao lado... o meu homem (benfiquista) avisava-me que eu tinha acabado de acordar a nossa filha. E a bola rolava... eu só pensava: "Mas é possível que esta equipa seja a mesma que perdeu com o Belenenses a jornada passada???". Mais uns minutitos e Douala marca outro. 0-3 no marcador. Qualquer outro adepto pensaria: "está no papo!". Mas eu sou do Sporting... há 32 anos. Logo, pensei: "É melhor não entrarmos em parafuso que estes gajos ainda dão a volta a isto". E pronto, para confirmar os meus receios os ingleses marcam um golo espectacular, semi-bicicleta, golo bastante acrobático de Job, aos 76 minutos. E aos 86 minutos, oito minutos depois, o Sporting dá um ar de sua graça e mostra o que é "ter o pássaro na mão e (quase) deixá-lo fugir", ao sofrer o segundo golo, quando Ricardo sai e não consegue agarrar a bola. Pois como é apanágio desta equipa, jogámos muito-bem, sim senhor... e não conseguimos segurar o resultado, nem os ingleses, que nos deram uma lição de fé e segurança e capacidade para dar a volta, coisas que bem precisamos de aprender. Sim temos vantagem, ganhámos e marcámos fora, mas o próximo jogo já não será tarefa fácil e a eliminatória não está garantida. Ganha o suspense, o que é sempre bom em futebol, mas a minha alma sportinguista continua abismada com esta equipa: tão capazes de brilhar e nos deixar felizes com o belo futebol jogado como de ceder à pressão e perder pontos preciosos (pronto, já extrapolei para o Campeonato, mas era inevitável).
Aguardo pelo próximo jogo, para ver o desenrolar da "coisa"... que a bola role, empurrada por futebol de qualidade é o meu desejo (e já agora que esse futebol de qualidade seja jogado pela minha equipa, e com resultados, sff!!!).
;o)
Beijinhos e abraços

Futebol no estádio

Sempre fui uma espectadora de sofá. Às vezes tentavam arrastar-me para o estádio… mas eu ia resistindo.
Achava que não havia vantagens em sair do conforto da minha sala, onde se podem ver as repetições das jogadas, onde não se apanha aquele frio, chuva ou calor abrasador, não tinha que ouvir os palavrões de adeptos mais exaltados. Na minha sala não ensurdeceria com a barulheira de um estádio e a cozinha é mesmo ali ao lado para ir buscar mais uma cerveja ou um capuccino.
Mas um dia fui ao estádio… lamento que tenha sido tão tarde, mas mais vale tarde do que nunca. O jogo foi um Portugal-Lichenstein no Estádio de Coimbra.
Bilhetes esgotadíssimos, mas desta vez tinha mesmo de ser… não podia deixar de ver na minha cidade os ídolos da selecção.
Sem bilhete, acabei por entrar no estádio de uma forma pouco convencional que prefiro não revelar … eheheh …. uma longa história…
Foi em 1999, um jogo de qualificação para o Campeonato da Europa. Marcaram-se 8 golos sem resposta. Dois hat-trick (do Sá Pinto e do João V. Pinto) e mais dois golos do Rui Costa.
Por ter sido um jogo da selecção, por estar todo o estádio a torcer para o mesmo lado, pelo jogo em si ter sido um verdadeiro espectáculo e pelo resultado expressivo, este foi um momento inesquecível.
Desde essa noite passei a sentir o futebol no sofá de outra forma.
Repeti a dose e passei a ir ao estádio muito mais vezes. Felizmente, nunca assisti a cenas tristes que acontecem nos estádios de futebol: pancadaria entre adeptos, cadeiras a voar, objectos arremessados para o relvado…
Depois de algumas idas, descobri que no estádio não se sente frio ou calor. Talvez se sinta, mas não tem grande importância. O que me chateia mesmo é a chuva!
Descobri que afinal o barulho não é ensurdecedor, mas esmagador; que não é preciso ver a repetição das jogadas, porque se vêm outras coisas que não passam na TV; que ver os golos entrar na baliza ali mesmo à nossa frente e vibrar juntamente com uma multidão exaltada, a roçar a histeria, é um sentimento fabuloso.
Não vi cappucinos à venda, mas descobri que num estádio também há uma grande variedade de bebidas para matar a sede e acalmar os ânimos que um bom jogo de futebol pode despertar.

Por isso, quem nunca foi, quem tem o preconceito que eu tinha, arrisque uma vez, de preferência num bom jogo, e de certeza que vai mudar de opinião!

A mim, só me falta mesmo ir ver o meu Sporting ao Alvalade XXI!!

2005/03/06

Desilusões

Pois é, mais uma jornada da Superliga e mais desilusões! O Porto e o Benfica continuam em 1º lugar, mas com exibições de baixo nível. O Sporting perdeu os 3 pontos e o Boavista obteve um simpático empate mas pelos vistos com o último golo ilegal... apesar disso foi um jogo emotivo cheio de golos (3-3), 4 deles marcados nos últimos 10'.
Segui mais de perto os jogos do Porto e do meu Benfica. No Penafiel-Porto, o ambiente aqueceu mais nas bancadas e no banco do Porto com troca de piropos e sabe-se lá mais o quê entre adeptos do Penafiel e o Sr. Presidente Pinto da Costa, cenas lamentáveis mas que se vêem cada vez mais nos nossos estádios! O Porto lá conseguiu arrancar a vitória a ferros no último minuto de compensação com um golo de um jogador que passou ao lado do jogo.
No Nacional-Benfica, quebrou-se a tradição: há dois anos que nenhum dos "grandes" vencia o Nacional na Madeira... pena não ter sido um jogo para recordar! O Benfica esteve melhor do que o Nacional, criou as melhores oportunidades de golo, mas não as soube concretizar! Ficou um penalty por marcar a favor do Nacional, apesar de ser um lance difícil de julgar. O Adriano fez o favor de falhar a melhor oportunidade de golo para o Nacional, um penalty a castigar de forma correcta uma falta do Quim (Mister Trap, está na hora de entregar as nossas redes ao Moreira!!!). O golo solitário do Benfica foi marcado pelo Nuno Gomes, a sua única intervenção positiva em todo o jogo. É triste mas é verdade!
Fiquei contente com a exibição do Miguel, espero que volte em grande como já nos habituou!
Desejo (com uma certa ingenuidade) que a próxima jornada seja francamente melhor e nos proporcione bons espectáculos de futebol!
Viva o Benfica!!! :)

Desilusão

Mais uma vez o Sporting não consegue ganhar.
Nem posso dizer que jogou mal, porque os nossos rapazes esforçaram-se. A finalização é que não esteve apurada e nem o endiabrado Sá Pinto conseguiu desta vez colocar a bola na baliza do Belenenses.
Gostei de ver, novamente a garra do Carlos Martins. É pena que o sangue frio não tenha falado mais alto e tenha visto um amarelo por causa de protestos evitáveis... Enfim... nunca joguei futebol, mas imagino que às vezes a razão não consiga sobrepor-se ao coração.
Tenho pena que tenha perdido mas, o que mais me custa é que tenha perdido com um golo daqueles!!! Que jogada inacreditável... Como é que ninguém parou aquela bola?
A partir daí a equipa desfez-se e perdeu o rumo.... ainda fiz o esforço até ao apito final, mas vi logo que já nada conseguiriam fazer para virar o resultado.

Sem saber ainda como se vai portar o Benfica, lá continuamos, colados aos rivais, se calhar, até à ultima jornada...

Que péssima maneira de começar o ciclo infernal de cinco jogos em 15 dias! Espero que a exibição feita na "banheira" de Roterdão regresse depressa!

PS: A 1ª versão deste post foi ligeiramente corrigida, devido a um pequeno lapso :)
Podem ver, nos primeiros comentários.... mea culpa...

Uma Sombra do que já foi!!

Um jogo mau de onde só se safa o resultado. O Porto desta época não passa de uma sombra do que já foi!
A pré-época foi mal planeada! Jogadores a mais para certas posições e jogadores a menos noutras!
Andam a tapar buracos por causa disso e depois dá no que dá... Coitado do Raúl Meireles.
Entram jogadores em campo que não sabem para onde vão jogar nem em que parte do sistema de jogo se encaixam... Andam em cima uns dos outros e deixem espaços vazios noutros lados!
Tem-nos valido o Baía nos últimos jogos a salvar a honra do convento.
Tenho saudades dos tempos em que uma defesa de betão fazia com que o Baía nem se visse durante 90 minutos... A bola nem chegava lá.
Esta equipa não será "Equipa" até ao final da época... Já perdi a esperança!
Mas pode ser que se safem os resultados e o título venha para nós!
Melhores dias virão!

2005/03/04

Burburinhos...

Começam os burburinhos das andanças dos jogadores para outros clubes. Assim de repente, só hoje à tarde já se ouviu:
1. Moreira no Man. United (Finalmente alguém lhe reconhece o valor). Espero sinceramente que seja verdade e desejo-lhe a maior sorte!
2. Ricardo no Arsenal. Tenho grandes dúvidas da veracidade disto e, a ser verdade, os gajos só podem ser estúpidos. Desculpem-me os fãs do Ricardo mas não acho que seja guarda-redes para o Arsenal (nem para o Sporting quanto mais)!
3. Luisão no Inter. No Inter ou noutro qualquer; o Benfica não o vai conseguir segurar... Mas pensei que fosse para terras espeanholas.
4. Beto no Real Madrid. Ok, aqui é o meu sarcasmo a funcionar (isto é mentira)... É que todos os anos dizem que o Beto vai para o Real e tinha que fazer a piadinha!!

2005/03/03

O Benfica ganhou a Taça

À vergonha do Benfica-Sporting não quis dar valor. A expulsão ao Hugo Viana, o perdão de vários cartões amarelos, etc., pensei: é um derby, o árbitro está nervoso. Nervoso, pressionado, desatento, não sei...

Hoje, contra o ilustre Beira-Mar, que até está com a Académica no último lugar do Campeonato, fiquei com a nítida sensação que o Benfica pode já mandar vir as medalhas de vencedor da Taça. Já está ganha!!
Com um golo em fora-de-jogo (por muito que os comentadores queiram, o jogador que está do lado oposto a pôr o João Pereira em jogo é do Benfica!) e uma defesa com a mão, junto ao chão, do Ricardo Rocha a remate perigoso do Beira-Mar que foi considerado casual, o Benfica ganhou o jogo. Que mais fez para marcar? Nada... Excepto talvez um lance em que o Srnicek resolveu tentar ver se conseguia fintar o Carlitos. Imaginemos o Benfica – que exibição tão fraca!! – a jogar com 10 e a perder por 0-1; conseguiria dar a volta? A resposta não a tenho, mas desconfio...

2005/03/02

O estigma da baliza benfiquista!

A baliza do Benfica foi, na minha opinião, a mais bem defendida na época passada.
Muitas vezes disse que o Moreira “ficava mal” com o resto da equipa porque era, sem dúvida, (em conjunto com o Simão) do melhorzinho que por ali se via.
Foi com algum espanto que vi o Benfica, no início da época, contratar 2 novos guarda-redes de 1ª: O Quim e o Yanick… Leia-se por “1ª” Guarda-Redes titulares indiscutíveis das suas equipas (Braga e Alverca respectivamente).
A surpresa só não foi maior porque o “Agente” (que já não é agente… Ou é, e continua a enganar muita gente transferindo a sua carteira de jogadores para o irmão, que segundo o que sei nunca foi agente de futebol na vida), mas continuando… Porque o agente do Quim era o muito conhecido José Veiga, já nessa altura à frente dos desígnios benfiquistas. (Não sei quem era o agente do Yanick por isso não me vou pronunciar sobre este caso que ainda por cima já está resolvido com uma transferência do mesmo para o Estoril).
O Moreira não foi logo “encostado”… Havia que arranjar um bode espiatório primeiro!
Veio o fatídico jogo com o Belenenses. O Benfica perdeu 4-0 (se não estou enganada) e o Moreira foi aquecer o banco. Ele teve realmente culpa no resultado… É que se não fosse ele o Benfica podia ter perdido por 6, 7, 8 ou quem sabe mais.
O Moreira estava no lugar errado há hora errada... E muita gente rejubilou com isso!
Está até hoje no banco. Na minha opinião injustamente.
O Scolari deve estar contente porque agora já ninguém o pode acusar de levar “o suplente do Moreira” à Selecção.
O Moreira é o futuro, na minha opinião, mas parece que esta máxima só vale para as outras posições.
O olhar dele no banco é um olhar infeliz… E percebe-se porquê. Não fez nada para ali estar sem ser ajudar o seu clube. Mas isso não foi suficiente.
Mais uma vez no futebol “valores mais altos se levantaram” e nós não vamos saber quais foram… Mas podemos sempre especular.
Com isto o Benfica conseguiu irritar os sócios que carregam até hoje para o estádio “dizeres” como “Moreira a Baliza é tua!” ou "Devolvam as luvas ao Moreira" e conseguiu com que o Quim passasse a ser odiado, ou pelo menos olhado com desconfiança, apesar de nada ter feito para merecer isso (apesar da pressão ainda não comprometeu).
O Moreira não fez nada para ir para o banco… O Quim não fez nada para ser odiado!
E assim se vai destruindo mais um pouco um balneário que já há muito não é saudável!

Nota de Rodapé 1: O facto de eu ser do Porto não me impede de fazer análises a outros clubes! Estejam à vontade para fazer o mesmo meninas.
Nota de Rodapé 2: O recado da nota acima á para as minhas colegas treinadoras de bancada não se inibirem de fazer posts sobre outros clubes, mas toda a gente pode comentar (foi só um esclarecimento por causa de 1 comentário)

Porto-Benfica

Superando as expectativas de todos (até mesmo de alguns benfiquistas) o Benfica foi ao estádio do dragão jogar de igual para igual com o Porto, entrou determinado e não mostrou medo do adversário, e durante alguns periodos do desafio dominou mesmo o Porto.
Foi um bom jogo, bastante correcto (tirando uma ou outra cotovelada) e mais importante, quase não se falou do arbitro, o que no nosso meio futebollistico é uma raridade.
Quanto a mim, e isto não tem nada a ver com o facto de eu ser benfiquista, o Glorioso merecia ter ganho, mas nem sempre teve a sorte do jogo e se aquela bola ao poste do Nuno Assis tem entrado, penso que o resultado teria mesmo sido outro. Acho que o nosso treinador tem que continuar a ser mais ousado, por mim deveria ter jogado de início com o Nuno Gomes e o Karadas, não há que mostar medos e quem joga para ganhar tem que ter armas para isso.
Mas um empate no dragão é um bom resultado e não compromete em nada as nossas expectativas quanto a conquista do campeonato.
E assim ao fim de 23 jornadas, continua tudo igual na frente do nosso campeonato, quem haveria de dizer...

2005/03/01

Equipa da casa

No grande clássico Porto-Benfica, o vencedor foi o Sporting.
O nosso primeiro susto? Quando anunciam as equipas e vemos que o Postiga entra de início. Ok, o rapaz é giríssimo com aquele ar de puto reguila e sempre entreteve as hostes femininas, mas para que serve um avançado que não marca?
Nota para o Couceiro: vê lá se explicas ao moçoilo que é suposto a bola entrar na baliza, pelo menos de vez em quando... e, entretanto, mete o Quaresma de início!
Não nos vamos deter aqui a analisar cada cotovelo na cara e toque porque, das duas uma: ou aquilo é futebol ou um jogo de meninas (no mau sentido, entenda-se).
Agora... há que destacar a veia teatral do Petit, fe-no-me-nal! Não tarda nada e está a filmar com o Diogo Infante e a Marisa Cruz!
O Benni desperdiçou primeiro mas depois lá se redimiu e marcou um lindo golo que nem se esqueceu de dedicar à filhota recém-nascida. Vê lá se, da próxima, são gémeos...
Irritou-nos o golo do Geovanni (bem marcado, temos que admitir... embora o que tenha acontecido imediatamente antes e tenha levado ao canto, seja muito discutível), quase tínhamos um dejá vu do que se passou na Madeira...
Adorámos ver o Maniche e Nuno Valente a voltarem ao seu normal e o aniversário também não correu mal ao Diego.
O triunfo de Couceiro é mostrar que, finalmente, tem uma equipa a jogar, uma vez que, até agora, andavam 10 gajos a correr (um para cada lado) e um outro quieto na baliza.

Apreciação global (escala de 1 a 5): 3!

Ana Rangel
Maria Azul
Miss Dragão

PS: No comentário ao Postiga, ganhou a opinião da maioria... aqui, deste lado do Atlântico, há quem não concorde, eheh!

PS2: Encontrei hoje (02/03)este artigo no MaisFutebol sobre o caso do Postiga.